top of page
Buscar
  • Foto do escritorThaís Nozaki

TEXTO Nº 3: EQUILÍBRIO COMO PROCESSO

Atualizado: 13 de mai.


Enquanto eu escrevia este texto, veio um galerista da cidade em minha casa-atelier, buscou meu portfólio e levou consigo para vender. Hoje recebi a notícia que não conseguimos dessa vez. Tem sido assim, mas nem sempre foi assim, difícil. Tudo mudou depois da pandemia da covid-19 e, por bem, melhorou muito o cenário político, porém morna a economia.


Fica difícil desde a compra de insumos de trabalho, geralmente importados, quem dirá vender. De qualquer forma, reinicio meus estudos em design gráfico neste segundo semestre de 2023, estou empolgada com o retorno ao saber e à legitimação desse saber, tão importantes quanto o meu primeiro anel cerâmico em porcelana! Entre o fazer e o saber, entre lá e cá, sempre que posso, me atento. É o meu equilíbrio. Por isso não deixo a encadernação de lado, por exemplo. Nem o photoshop. Nem o lápis grafite. Nem o neurocientista que estou lendo. Nem os estudos independentes sobre artes visuais.


Estou há seis meses estudando um livro sobre sintaxe da linguagem visual e o que mais me chamou a atenção até agora foi o equilíbrio como “a mais importante influência tanto psicológica como física sobre a percepção humana”, disse Dondis (pag 32). De fato, o equilíbrio é aquela coisa beeeeem clichê mesmo: “é tudo nessa vida”, acreditem nessa pessoa com transtorno afetivo que vos fala e, tudo em nossa referência visual, acreditem em Donis A. Dondis.



Há também, nesse momento, muito silêncio e reflexão acerca da minha poética visual. Estou transitando do manual para o digital de forma intensiva, e não sei se este passo está rápido demais ou se aproveito o trânsito do processo para continuar produzindo o que estou fazendo. Enquanto me fortaleço nestas questões, ministrarei uma oficina de encadernação de lombada quadrada, escrevo por aqui, desenho acolá. Para continuar no equilíbrio, as pequenas alegrias da vida adulta, parafraseando Emicida, estão presentes e são comemoradas. Desde um pequeno silêncio da madrugada até a exposição coletiva Expressão Feminina que participarei ao lado de mais quatro artistas, ainda neste mês de julho.

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page